Sinepe Rio: 89 anos na defesa da liberdade de educar

Na terça-feira, 10/05, o Sinepe Rio completou 89 anos de atuação na defesa da livre iniciativa em educação e pela liberdade de escolha das famílias, no município do Rio de Janeiro. O Sindicato foi fundado em 1933, ainda sob o impacto da chamada Reforma Francisco Campos, do governo Getúlio Vargas. Na época, uma das primeiras atuações da entidade, presidida pelo professor Liberato Bittencourt, foi propor ao Governo Federal que o Ministério da Educação suspendesse as taxas cobradas das escolas. O Sinepe Rio faz parte da FENEP desde a sua fundação, em 1989.

O atual presidente do sindicato, Pedro Paulo de Bragança, salienta que a entidade se orgulha de, ao longo de sua história, ter sido representada por grandes educadores. “Um trabalho que tem como objetivo o fortalecimento da escola particular e a valorização da educação brasileira. Um segmento essencial para o desenvolvimento econômico e social do país, que movimenta mais de 111 bilhões de reais, emprega 2,5 milhões de pessoas e paga cerca de 62 bilhões em salário”, destaca o dirigente. Ele lembra que a defesa da liberdade e da democracia foi construída por educadores e grandes líderes que passaram pelo Sindicato, como Jose Antonio Teixeira, Edgar Flexa Ribeiro, Henrique Zaremba, Jose Carlos Portugal, Newton Santiago, Victor Notrica e João Pessoa de Albuquerque. “Além de um grupo de líderes que estão emergindo para continuar a luta desses diretores citados, que também deixarão seus nomes na História”, complementa.

O foco da atual gestão é trabalhar para o desenvolvimento e crescimento das escolas particulares do município do Rio de Janeiro, para que sejam cada vez mais relevantes para a sociedade. “O Sinepe Rio reforça o compromisso de apoiar e assessorar as escolas filiadas, oferecendo todo o suporte necessário. Assim, teremos um ambiente no qual poderemos atuar com mais liberdade para empreender”, salienta o presidente.

Uma das novidades do Sindicato, neste ano, é o projeto Sinepe Itinerante. A proposta é fazer reuniões em vários bairros da cidade para conhecer as demandas dos associados. O primeiro evento aconteceu no dia 28 de abril, no CEC da Barra da Tijuca, e reuniu diretores de escolas daquela região e de bairros vizinhos. Foram discutidos os grandes desafios pós-2021, como a volta às aulas presenciais, ensino híbrido, questões pedagógicas, trabalhistas e contábeis. Participaram do debate as Assessorias Pedagógica, Jurídica e Contábil. A iniciativa ocorrerá ao longo do ano em vários bairros da cidade.

Saiba mais sobre o Sinepe Rio - https://www.sinepemrj.org.br/


Fonte: com informações: Nilson Ramos/assessoria de comunicação do Sinepe Rio

SRTVS Qd 701, BLC 2 Centro Empresarial Assis Chateubriand Salas 207 a 213 CEP:70340-906- Brasília DF