SIGA A FENEP NAS REDES

Presidente da FENEP participa de reunião com o novo Ministro da Educação

Na tarde da quinta-feira (14/04), o presidente da FENEP, Bruno Eizerik, juntamente com dirigentes de entidades representativas do ensino privado, participou de reunião online com o novo Ministro da Educação (MEC), Victor Godoy. O encontro teve como objetivo dar as boas-vindas ao novo ministro e tratar de assuntos importantes do ensino privado nos quais o setor conta com o apoio do MEC. O encontro foi promovido pelo Fórum das Entidades Representativas do Ensino Superior Particular, do qual a FENEP faz parte. Estiveram no encontro, além de Eizerik, o presidente da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES), Celso Niskier , a presidente do Sindicato do Ensino Superior do Estado de São Paulo (SEMESP), Lúcia Teixeira, o presidente do Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior no Estado do Rio de Janeiro (SEMERJ), Rui Otávio Bernardes de Andrade, o presidente da Associação Nacional dos Centros Universitários – ANACEU, Arthur Sperandeo de Macedo e o consultor jurídico, José Roberto Covac.

No encontro, os representantes solicitaram apoio do Ministro para derrubar os vetos 66/2021 da Lei Complementar 187/2021, que dispõe sobre a certificação das entidades beneficentes. Os dirigentes pontuaram cinco vetos que precisam ser derrubados e outros cinco que precisam ser revistos, para assegurar a garantia da prestação dos serviços das instituições filantrópicas. “Ressaltamos que os vetos desconfiguram a vontade da Sociedade Civil lavrada pelo Congresso Nacional, dificultando, onerando e inviabilizando a continuidade de trabalhos de milhares de instituições filantrópicas. Essas instituições prestam serviços essenciais para a sociedade brasileira, atendendo, especialmente, àqueles que não são assistidos devidamente pelo estado”, salientaram as entidades.

Outro tema tratado no encontro foi as mudanças no ProUni, com a concessão de bolsas em faculdades privadas a alunos egressos de escolas particulares. Os dirigentes elogiaram a mudança realizada pelo MEC, pois entendem que a medida ampliará o acesso à Educação Superior. Os dirigentes solicitaram, ainda, que seja elaborada, o mais breve possível, a nova matriz curricular para o Enem e uma regulamentação para o ensino remoto na Educação Básica e no Ensino Superior. Também pediram ao Ministro que o MEC tenha mais agilidade nos processos internos que envolvem a parte regulatória das instituições de ensino superior. Na avaliação do presidente da Fenep, Bruno Eizerik, o encontro foi positivo. “Fomos muito bem recebidos pelo novo ministro e sua equipe, que se mostrou aberto às nossas reivindicações. Esperamos que ele tenha sucesso na função e possa fazer as mudanças necessárias para que a educação em nosso país avance”, salienta o dirigente.

LEIA TAMBÉM